Como unir leitura e escrita de forma criativa?


A criatividade é uma habilidade muito valorizada no mundo corporativo. Mas como podemos ter profissionais criativos, se as escolas não formam os alunos para que eles pensem de forma diferente.

Um dos desafios das escolas é como conectar a leitura e a escrita em umas perspectiva que seja criativa. Temos clareza dessa dificuldade quando percebemos que a leitura é muito mais valorizada que a escrita.


O que sabemos é que a leitura e a escrita estão juntas que é preciso exercitar esses dois lados para formação de alunos que consigam pensar de forma diferente. Quer entender mais sobre como fazer essa união dentro da sala de aula? Continue lendo nosso texto que vamos te dar um caminho.


Tenha um repertório cultural

Os educadores têm a função de explicar e traduzir os conteúdos para os alunos. O objetivo desse processo é transformar as informações dos livros, apostilas, sites e internet em algo que eles consigam entender.


Para tornar essa explicação mais próxima dos alunos, os professores precisam de ter um repertório cultural e vivências que vão além dos livros escolares. A criatividade é um conjunto de habilidades necessárias para produzir uma ideia original e válida, por isso, quanto mais referências, melhores serão as possibilidades de explicar os conteúdos aos alunos.


Essas referências podem vir de livros, filmes, músicas e passeios. Ou seja, qualquer espaço que fuja dos livros e apostilas. Em tempos de pandemia, a circulação fica limitada. No entanto, podemos fazer visitas onlines a museus e conhecer um pouco mais dos acervos disponíveis.


Trabalhe a escrita junto com a leitura

Sabemos que a leitura é muito mais valorizada do que a escrita. E é muito mais frequente vermos pessoas perguntando para as outras quantos livros elas leram, mas dificilmente se é perguntando quantos textos você escreveu.


Ter a rotina de escrever também contribui para esse processo de praticar a sua criatividade. Essa habilidade já nasce conosco, no entanto, ela precisa exercitada para não ser perdida.


A leitura e a escrita são habilidades que se complementam. Ler diferentes livros, que vão desde os clássicos até as leituras contemporâneas, permite que os alunos criem as suas próprias referências. E são elas que se tornaram os fios condutores para a escrita dos seus textos.

Crie espaços de criatividade

As escolas estão acostumadas a focar no desenvolvimento das habilidades cognitivas dos alunos. Isso é um padrão que forma alunos para desempenhar as mesmas atividades da mesma forma.


As instituições de ensino precisam romper com esse modelo e criar ambientes que incentivem o desenvolvimento da criatividade, leitura e escrita dos alunos. Visitar exposições, fazer passeios e trabalhar diferentes materiais nas aulas são ótimas formas de fazer com que os alunos vivam diferentes experiências.


Para incentivar o desenvolvimento da criatividade dos alunos é necessário que ocorra uma mudança estrutural e de paradigma das instituições. Promover espaços para que os jovens encontrem outras habilidades prepara-os para atuar em ambientes que vão além das salas de aula.


Quer saber mais como desenvolver a criatividade dos alunos e criar a conexão entre leitura e escrita? Clique aqui e assista ao nosso webinar completo.


0 comentário

Inscreva-se agora mesmo!

Receba conteúdos como este  diretamente no seu e-mail!

Obrigado pelo envio!